por M. S. Costa

Já eram tortas as ideias antes mesmo de tê-las tão claras. Tinha que começar por algum ponto no entanto. Achava que melhorava. A gente sempre acha, por isso continua a bater na mesma tecla. Eu só queria que tivesse durado mais, acho que porque fui feliz. Eu vou até a relva, porque estivemos lá e ela está ali agora (e eu nem sei porquê). Eu sei que tudo fica bem quando aparece a lua, ela não tem que voltar pra casa e eu não tenho mais que fugir. (…)

Anúncios