por M. S. Costa

Sorria um sorriso sonso que gastava os risos e empalidecia as manhãs que lhe sorriam de volta, em torno das 8 ou 9 horas. Haveria combinado também se não marcassem o tempo. Mal sabiam.

Anúncios